top of page
Buscar
  • Lhivros e Arthivismo

Filme - A ROSA AZUL DE NOVALIS - Rodrigo Carneiro e Gustavo Vinagre

Filme adulto com cenas +18.


"A Rosa Azul de Novalis" é bastante inovador em vários sentidos. A começar pela visão que o público tem logo no início, do personagem principal tomando sol em uma região muito específica de seu corpo.



A obra foi lançada em 2018, dirigida e escrita por Rodrigo Carneiro e Gustavo Vinagre. Estrelada por Marcelo Diorio, a obra acompanha um homem de 40 anos, homossexual e vivendo com hiv, que evoca minuciosamente suas vidas passadas.


Marcelo é um dândi na faixa dos seus 40 anos que possui uma memória fora do comum. Ele é capaz de reviver memórias familiares distantes com perfeição e diz recordar de suas vidas passadas detalhadamente: em uma delas, ele foi Novalis, um poeta alemão que perseguia uma rosa azul incessantemente. No entanto, Marcelo ainda não descobriu o que persegue em sua existência atual.


É um romântico na máxima extensão do termo. Ele parece ter nascido no século XIX e "transplantado" para o século XXI, com muitas cicatrizes do séc. XX.


Sobre o hiv/aids, o personagem diz logo no início que fez um preenchimento facial com PMMA (polimetilmetacrilato), para combater a lipodistrofia causada pelo AZT consumido por ele logo no início da pandemia de aids.


Ao ser questionado sobre como teria se infectado, ele responde que teria sido aos 22 anos, presumivelmente por causa da linha da mão direita, que tem uma ruptura.


E mais, ao ser questionado sobre se o hiv seria tão importante a ponto de deixar uma marca na sua vida, ele afirma que sim, que a sociedade era cruel com quem vivia com hiv, citando a famigerada capa da revista Veja com o Cazuza, e que se não sob o ponto de vista prático, ao menos no campo social sim.


Continua expondo que o vírus inclusive o colocou como um vaticinado, ou seja, como tudo o que os familiares homofóbicos "esperavam dele". Conclui, sobre o tema, que o hiv trouxe uma espécie de "tragédia calculada" à sua vida.


O personagem é interessantíssimo, cheio de camadas, que ele vai desvelando aos poucos, como se estivesse despetalando uma rosa azul.


"A Rosa Azul de Novalis" me atravessou de tal forma que nunca mais sairá de minha memória.


O filme pode ser baixado a partir do link abaixo.


25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page