top of page
Buscar
  • Lhivros e Arthivismo

Filme - BUDDIES - Arthur Bressand

Atualizado: 29 de nov. de 2021

Já falamos aqui de outros filmes que foram os primeiros de grande capital e com alcance internacional a falar do hiv/aids, ou o primeiro filme a estrear na TV sobre o assunto, mas Buddies foi realmente o pioneiro, tendo sido lançado em 1985.



"Buddies" trata de um homem gay monogâmico de Nova York que faz trabalho voluntário de companhia para pessoas internadas em fase terminal de complicações advindas da aids.


O início já é denso, com uma lista de nomes de pessoas que faleceram desde 1981 por causa da aids. Em seguida, o primeiro acolhimento de David, o personagem principal, que não sabia o que fazer. Robert, o acolhido, é bem diferente, com visões contrárias sobre o mundo, sobre a sociedade.


Robert foi expulso de sua família por ser gay, e foi expulso por seu companheiro quando começou a desenvolver as primeiras doenças oportunísticas.


Todos os outros personagens do filme são mostrados ou de costas ou somente por suas vozes. O foco são os dois supracitados.


David, com o contato cotidiano de Robert, vai modificando sua forma de pensar, e sua indignação surge. Ao mesmo tempo, Robert pede que David escreva sua história para o mundo. No início ele recusa, mas acaba aceitando, por um bem maior.


Infelizmente, o diretor do filme faleceu por doenças advindas da aids dois anos depois do lançamento, mas dois sentimentos marcam sua direção: honestidade e raiva. Ambas são direcionadas ao governo estadunidense da época, que não falava sobre o hiv/aids.


O ator que fez o papel de Robert, Geoff Edholm, também faleceu pelos mesmos motivos em 1989. Em uma de suas cenas memoráveis, Robert se afoga de tanto ódio ao ler uma reportagem sobre a aids ser uma punição de Deus contra quem não segue suas leis.


O final é tão pungente e forte quanto o já descrito acima. A maior parte dos filmes que vieram depois, salvo algumas raras exceções, não foi capaz de ultrapassar a potência de Buddies.

27 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page