top of page
Buscar
  • Lhivros e Arthivismo

Livro - PARALELO COM A MORTE - Celso Ranthun

O livro "Paralelo com a Morte" foi editado e publicado em 1996 a partir do esforço próprio do autor, que contou com o auxílio de amigos, para colocar no papel sua história de vida e sua experiência com o hiv/aids. Ele mesmo vendia seu livro na rua, para quem passasse por ele.






No texto, Ranthun conta ter se infectado, muito provavelmente, pelo compartilhamento de seringas no consumo de drogas injetáveis, e também descreve seu acolhimento em um lar institucional religioso para pessoas vivendo com aids. Seu texto é bem precário, e talvez por isso tão humano, entremeado por poesias mal construídas, mas que demonstram vários aspectos psicoemocionais de Celso.


Com profunda afeição, o autor descreve os funcionários, os amigos, as chegadas e as muitas partidas dos que faleciam, em um movimento contínuo como o quebrar das ondas na beira da praia.


Marcelo Secron Bessa, pesquisador da literatura do hiv, ao escrever seu livro "Os Perigosos", que aborda a produção autobiográfica relacionada ao hiv/aids, tentou localizar Celso para uma entrevista. Contudo, foi-lhe contado que o autor, com o dinheiro ganho com seu livro, infelizmente sucumbiu novamente às drogas, tendo falecido, direta ou indiretamente, por causa delas.


A obra "Paralelo com a Morte" é um retrato de tantas pessoas marginalizadas vivendo com hiv/aids, ainda hoje, nas ruas, dependendo da caridade do próximo para se manterem vivas. É um livro que merece ser lido, seja por seu conteúdo, seja na intenção de homenagear seu autor.

54 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page