top of page
Buscar
  • Lhivros e Arthivismo

Teatro - CORPO DOCIL - Rhamon Matarazzo

Já abordamos aqui a peça teatral "Lázaro", escrita e interpretada por Rhamon Matarazzo, ator e diretor teatral que reside e produz sua arte no Ceará.


https://www.lhivrosearthivismo.com/post/teatro-lazaro-rhamon-matarazzo


Mas além dela, o ator também transmitiu "Corpo Dócil, como programação do Curso" Arte e Aids: Metáfora dos 40 vida do vírus HIV".



A peça aborda o determinismo que está ligado à vida de um homem gay contemporâneo e urbano.


Nesta dinâmica, está escrito nas estrelas que ele se infectará com hiv. Tais parâmetros marcam a passagem do tempo cotidiano, tempo de um corpo gay soropositivo, fadado ao julgamento de outros homens gays que meramente "tiveram mais sorte que ele".


E ele deve correr por sua vida, por seus direitos, por sua saúde, por sua felicidade. Mas mesmo assim, deve seguir as diretrizes sociais impostas a todos os indivíduos.


Visualmente, o ponto focal é também opressor: a boca da sociedade é tudo o que vemos, como se estivéssemos diante de um verme do filme Duna na versão do Denis Villeneuve. Um turbilhão que dita o que este corpo dócil a tudo obedece...


"por mais que você se esforce, seu corpo não foi feito para curas... Triste corpo homossexual".


"Será que esse ator...?" E você completa o resto...


A seguir, ele e outro ator se beijam, e de suas bocas sai um líquido negro, como se a boca dos outros é a fonte de todos os males.


Conforme Rhamon, em uma aula após a transmissão, diz que esta peça permite novas construções.


Assista à peça e em seguida à aula expositiva abaixo.




19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page